Dúvidas

El Amor Beach, Coche Island

Image via Wikipedia

Dor que nasce…e não morre
Explode na alma…aflora na face
De quem sofre
Do amor, pouco sei
O que dele sei: muito sofrer, pouco a colher
Para que o amor, se ao tentar entender
No caminho, há sofrer?

Anúncios

Sigo

Sigo-te a cada instante, desejando tua presença
Pensando em cada momento juntos, mesmo que pequeno, ou grande que seja
Quero ter sempre recente a lembrança do teu último beijo, do teu último abraço
Como numa chuva de verão, que me ao me surpreender, refresca meu corpo e pensamento
Lembranças boas como estas me refrescam a alma e o coração
Já cansados de tanto esperar por teu afago
Renovam-se a um simples toque teu
Toca-me, e me transforma!

Lágrima

Vejo meu rosto no reflexo da sua lágrima.
Uma sede que não sacia, uma alma que não vibra.
Uma Lua que não brilha, um vazio que não enche.
Medo do ser, do estar, do morrer, do viver.

Castelo de dor, fortaleza solidão.
Renascer nesse castelo, derrotando a fortaleza.

Um toque. Uma paixão.