Esses Dias

Author: Bagande

Image via Wikipedia

Esses dias, loucos dias
Me achei….e me perdi
Amei…Sofri…Enlouqueci
Tentando – em vão – ver a saída
Que ofuscada pelo desamor – se escondia

Esses dias, loucos dias
Na certeza que te encontraria
Uma confusão!…Que desilusão!
Tive a certeza – ali findaria!

Esses dias, loucos dias
Tranquei a porta do meu coração
Pois não suportaria outra decepção
Um detalhe…eu não vi!
É que deixei você ali dentro
E a chave – que chave? Joguei-a fora!

Esses dias, loucos dias
Descobri que não mais vou te esquecer
Não mais conseguirei, e nem tentarei
Deixar de amar você!

Sigo

Sigo-te a cada instante, desejando tua presença
Pensando em cada momento juntos, mesmo que pequeno, ou grande que seja
Quero ter sempre recente a lembrança do teu último beijo, do teu último abraço
Como numa chuva de verão, que me ao me surpreender, refresca meu corpo e pensamento
Lembranças boas como estas me refrescam a alma e o coração
Já cansados de tanto esperar por teu afago
Renovam-se a um simples toque teu
Toca-me, e me transforma!

Pobre de mim

Globularia vulgaris in the wild Castelltallat ...

Image via Wikipedia

Pobre de mim, numa tristeza sem fim.
Que achei que tudo seria maravilhoso, pobre de mim.
Pobre de mim, passando por um dissabor.
Que achei que tudo se resolveria fácil, pobre de mim.
Pobre de mim, numa felicidade agradável.
Que achei que nunca acabaria, pobre de mim.
Pobre de mim, vivendo um amor eterno.
Que achei que realmente era eterno, mas se acabou, pobre de mim.